Restaurar um país, refazer uma nação!!!

No passado exultámos com as nossas vitórias em combate, com os nossos feitos, com as nossas conquistas e com aquilo que nos definiu como raça e nação!!!

Resultado de imagem para portugal batalhas
Hoje temos uma raça e nação pequena de mente e espírito que exulta com uma mísera vitória de um clube de futebol, com assuntos mesquinhos, com mesquinhices que em nada nos engrandecem, uma treta de uma competição a nível internacional com resultados perfeitamente manipulados, será que a nossa forma de ser e estar como portugueses apenas se faz notar em assuntos meramente acessórios, fúteis e sem o mínimo interesse, que em nada nos engrandecem ou acrescentam!!!

Será isto normal, ontem havia um orgulho nacional, havia espírito de nação, havia família, hoje estamos reduzidos a meros indivíduos sem alma nem vontade própria, vogamos ao sabor da maré, deixámo-nos manipular, aliás somos nós próprios a ter esse desejo, isentamo-nos de pensar, isentamo-nos de responsabilidades, isolámo-nos na nossa pequenez mental e espiritual, somos hoje um povo amorfo e resignado, o que aconteceu, porque o permitimos, porque adoramos a nossa escravatura moral, mental e física, teremos degenerado, terá o nosso ADN sido manipulado, teremos perdido a identidade, será que perdemos ou vendemos a alma?
Quem somos, de onde vimos, para onde vamos???

Realmente esta é uma pergunta que muitas vezes coloco a mim próprio, conscientemente penso, é hora de pensar muito a sério, é tempo de recordar que se mantivermos esta atitude estaremos irremediavelmente perdidos como nação outrora unida, nobre e imortal, porque perdemos o espírito de tribo, o espírito guerreiro, porque perdemos a união que sempre nos caracterizou, porque perdemos a vontade de assumir o leme, o controle, de mostrar e ter orgulho em sermos nós mesmos, portugueses de sangue e alma nobre!!!
Porque será que hoje apenas nos unimos na nossa pequenez e esquecemos a nossa grandiosidade de outrora, teremos nós vergonha dos feitos dos nossos antepassados ou mesmo daquilo que sempre definiu, seremos hoje um povo medíocre e adorador da mediocridade, quem sabe, deixo aqui a pergunta!!!

Pela parte que me toca, nunca me resignarei, nunca renegarei nem terei vergonha dos nossos idos e dos seus feitos, sim, eu sou o produto de um milénio de gente forte, de gente guerreira, de gente inteligente, de gente que nunca se deixou vergar nem dominar, tenho o sangue dos nossos Afonso Henriques, de Gama, de Camões, verdadeiros portugueses de verdadeiros seres humanos, tenho sangue, alma e o orgulho de ser português, porquê, por ser conhecedor do passado, por saber o sacrifício de tantos, por saber que tantos caíram em batalha, tantos deram a vida para que eu hoje tenha orgulho de ser quem sou, orgulho no meu sangue e raça.

Depois de tudo isto, o que realmente nos faltará, já que está comprovado que não conseguimos ultrapassar a mediocridade de uma nação decadente, na minha sincera opinião falta-nos uma verdadeira elite, um escol e acima de tudo uma verdadeira liderança, um líder carismático capaz de voltar a reunir o rebanho, um verdadeiro estadista, um monarca de sangue e alma, um primus inter pares, bem sei que fará espécie a alguns, mas o grande exemplo de unificador da nação nos últimos séculos foi mesmo Salazar, precisamos de alguém com as suas capacidades, um estadista, um diplomata, um verdadeiro líder espiritual da nação, um gerador de consensos, um verdadeiro pastor, paternalista qb, que nos devolva tudo aquilo que se foi perdendo pelos tempos da história, a dignidade, o orgulho, a nossa forma de ser e estar, refazer esta nação, alguém que nos torne de novo orgulhosos de ser portugueses, alguém que nos devolva o lugar que merecemos no mundo e que já foi nosso, inteiramente merecido…

Alexandre Sarmento

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Alexandre Sarmento Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *