Coisas de uma sociedade dita moderna…

Acho o momento oportuno para escrever umas linhas…

Então comecemos pelo princípio, estou triste porque constato que este povo se rendeu ao sistema, um povo que se rendeu aos fenómenos de entretenimento de massas, sim, estou a falar daquilo que já sabem, futebol, um povo que festeja entusiasticamente, ou melhor, euforicamente a vitória de um simples clube de futebol num campeonato de contornos pouco esclarecidos, como se de uma vitória nacional se tratasse, como se fosse algo de muito bom, tanto para o bem estar, ou como contributo para resolver algum dos problemas gravíssimos que este país e este mundo atravessam.

Imagem relacionada

Um povo que apenas se une para este tipo de comemorações, um povo que se isenta das suas reais responsabilidades, um povo que vive um embuste, neste caso o futebol, um desporto que está a ser utilizado em todo o mundo a favor do sistema, sendo subsidiado e promovido por esse mesmo sistema, uma forma de mind control, uma forma de dominar intelectualmente a população, tornando-a ignorante em relação aos verdadeiros problemas que nos afectam no dia a dia, posso fazer aqui a analogia entre os clubes de futebol e os partidos políticos, uma forma de partir, de fracturar, uma forma de domínio, o tal dividir para reinar, pena que só alguns, talvez mais despertos se apercebam dos métodos que o sistema utiliza para nos dominar mentalmente e consequentemente de forma física, arrisco mesmo dizer andamos todos drogados pelo sistema, senão vejamos, os media, que nos bombardeiam diariamente com as coisas mais disparatadas, programas que mais não são que pura imbecilização de massas, novelas, reallity shows e muita porcaria, muita programação para prender o espectador ao televisor, e quem diz televisor diz, redes sociais, internet, sim a internet que deveria ser um meio de transmissão de cultura, mas que se tornou em vez disso um meio de divulgação de muita da negatividade que grassa no seio da comunidade humana, divulgação de violência, apelo à violência, apelo à miséria intelectual e mesmo física do comum dos mortais, uma forma de desumanizar a humanidade, digo eu, uma forma de nos alhear de tudo aquilo que realmente nos deveria definir como raça, como seres gregários, como seres pensantes, no fundo como seres responsáveis por este mundo em que vivemos.

Resultado de imagem para best nature photos 2016

Como motivo de orgulho temos hoje que nos congratular com uma vitória internacional numa área em que normalmente somos esquecidos ou relegados para segundo plano, a música, hoje o Salvador levou o nome de Portugal mais longe, divulgou um pouco da nossa cultura, da nossa forma de ser e de estar, um bom exemplo, digo eu, uma nação tão bairrista para algumas coisas e noutras tão ausente.

Resultado de imagem para salvador sobral

Tivemos também mais uma visita papal, nada obsta em relação a isso, pois sou católico, não um daqueles que sentem a religião como um dogma, uma obrigação, mas um daqueles que sentem apenas a essência da religiosidade, o espírito, isentando-se da parte material e monumental ligada à espiritualidade, fazendo sim o culto do seu espírito interior, sentindo e agindo no seu íntimo e não alinhando em rituais que em pouco ou nada dignificam ou enriquecem o ser humano, enquanto as religiões não forem indutoras de filosofias de vida e promotoras de paz e bem estar entre os seres humanos, por mim, estou fora, já imaginaram a autêntica fábrica de dinheiro, e os recursos gastos pelas variadas religiões apenas com o fito de se promoverem, de apostar na monumentalidade, fazendo exactamente o inverso daquilo que apregoam, já se deram conta que neste mundo existem quase 900 milhões de seres humanos a morrer de fome, a viver em condições de pobreza extrema, a viver em condições infra humanas, mundo hipócrita este em que o bicho homem está de tal forma ausente que legisla sobre animais de estimação e direitos dos animais como se de seres humanos se tratasse, esquecendo todos aqueles que padecem de cuidados de saúde e estão privados de quaisquer apoios e entregues à sua sorte.

Resultado de imagem para fome extrema

Será assim tão difícil fazer uma correcta distribuição de recursos a nível planetário?

Não creio, creio sim estar tudo de tal forma corrompido que o verdadeiro motivo para toda esta miséria é mesmo promover a morte e o subdesenvolvimento, controlando desta forma as populações pelas suas necessidades, obrigando-as a ajoelhar ao sistema agradecendo mesmo o estarem nesta situação calamitosa, mas afinal que humanidade é esta, que humanismo andamos a pregar, afinal que mundo hipócrita andamos a promover, andamos a enganar quem?

Arrisco mesmo dizer que andamos a enganar-nos a nós próprios, como bem sabemos miséria gera miséria, miséria gera revolta, miséria gera toda uma panóplia de situações negativas seja do ponto de vista material mas pior que tudo a nível espiritual ou mesmo promovendo o mau relacionamento entre as populações, fazendo sobressair tudo o que nos é intimamente negativo, gerando conflito, as ditas guerras. Eu acredito que se todos quisermos, se todos desempenharmos o nosso papel na sociedade podemos fazer algo para inverter esta situação, se tivermos um papel activo, crítico, fizermos o apelo à nossa consciência, fizermos sentir a nossa voz, a nossa revolta, dessa forma poderemos induzir um novo rumo a este mundo tornando-o mais justo, mais humano.

Alexandre Sarmento

 

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Alexandre Sarmento Written by:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *