Bilderbergers, o que são afinal?

«Imagine o leitor um clube particular em que presidentes, primeiros-ministros, banqueiros internacionais e generais convivem, em que figuras régias graciosas e que servem de companhia garantem que todos se dão bem, e em que as pessoas que mandam nas guerras, nos mercados e na Europa dizem o que nunca se atrevem a dizer em público. Este é o Clube Bilderberg, a mais secreta de todas as organizações em todo o mundo. A razão de ninguém estar disposto a quebrar a conspiração do silêncio deste Clube, nem lhe fazer frente, nas palavras do locutor francês Thierry de Segonzac, é: “Os Bilderberg são demasiado poderosos e omnipresentes para serem expostos”.
Os Bilderberg “mandam” nos bancos centrais e estão, por conseguinte, em posição de determinar taxas de desconto, níveis de disponibilidade de dinheiro, taxas de juro, o preço do ouro, bem como quais os países que recebem empréstimos. Ao manipularem o dinheiro acima e abaixo na cadeia empresarial, os Bilderberg criam milhões de dólares para si próprios. A ideologia de dinheiro e desejo de poder impele-os.

Todos os presidentes americanos desde Eisenhower pertencem ao Clube Bilderberg, embora nem todos tenham estado pessoalmente nas reuniões, mas todos mandaram representantes. Outro membro é o agora ex-Primeiro-Ministro Tony Blair, bem como a maioria dos principais membros do governo britânico. Até o anterior e prestigiado Primeiro-Ministro canadiano, Pierre Trudeau, foi membro. Dentre os anteriores convidados do Clube Bilderberg encontram-se Alan Greenspan, antigo presidente da Reserva Federal; Hillary e Bill Clinton; John Kerry; e Melinda e Bill Gates; e Richard Perle.

Daniel Estulin («Toda a Verdade sobre o Clube Bilderberg»).

Artigos recentes

Comentários recentes

Arquivo

Categorias

Meta

Alexandre Sarmento Written by:

One Comment

  1. Maria
    Novembro 15, 2017
    Reply

    houve encontros bilderberg aqui em sintra…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *